segunda-feira, 17 de agosto de 2015

10 sinais de que você está destruindo seu casamento

Se você ou seu cônjuge fazem alguma destas 10 situações, vocês são os culpados de destruir seu próprio casamento.

575,426 views   |   1,134 shares 
  • Nossos traumas, inseguranças e expectativas traduzidas em pequenos detalhes no dia a dia sobre o que esperamos de um casamento podem contribuir para o sucesso ou o fracasso da relação.
    Veja 10 situações que demonstram que você está sabotando ou destruindo seu casamento (válido tanto para mulheres ou homens):
  • 1. Falta de apreciação

    Nunca dizer ao outro que você o aprecia, apontar as coisas que gosta e admira nele causa uma distância gradual no relacionamento. Leia os artigos Como apreciar seu marido e Como apreciar sua esposa. Dizer “eu aprecio tudo o que faz por mim” é fácil, então tente ser mais específico. Se você sentir que o outro não lhe aprecia, diga também.
  • 2. Ridicularização e sarcasmo

    O humor pode salvar um casamento, desde que ambos achem graça na situação. Tirar sarro do que o outro faz ou sente, e insistir nas brincadeiras que machucam não é gentil nem demonstra consideração. Um cônjuge que inicia, segue ou termina sempre uma conversa em tom sarcástico demonstra falta de maturidade. Deixe que sentimentos genuínos venham à tona. Explique como realmente se sente.
  • 3. Deslealdade

    Em um casamento feliz não existe mentiras ou segredos que culminam na falta de confiança e faz crescer a distância. Ser leal não inclui ficar flertando com outras pessoas, trair ou manter um Plano B caso essa relação não der certo. Significa buscar a unidade com o outro, e corrigir as falhas de caráter para o bem do casamento e da família.
  • 4. Alterações de humor repentinas

    Todos precisamos aprender a lidar com os problemas de uma forma civilizada ou construtiva. Ficar explodindo por qualquer coisa, dizer coisas que nunca se deve dizer, abusando psicológica e emocionalmente e trazendo um clima insuportável na convivência com o outro não vai ajudar a relação em nada, nem resolver o problema em si. Busque o autocontrole. Se você não consegue, procure ajuda especializada.
  • 5. Egoísmo repetitivo

    Se a cada chance que tem você gasta mais do que deve em você mesmo, sem ligar para o orçamento familiar e ainda por cima faz um escândalo quando o outro gasta bem menos, reveja suas prioridades. Seja justo. Não acumule débitos. Não gaste tempo demais no trabalho sabendo que seu cônjuge precisa de você em casa ou que sua relação precisa de mais dedicação. Façam um orçamento e respeitem-no.
  • 6. Comportamento defensivo

    Quando você acha que sabe o que seu cônjuge pensa ou como ele se sente, principalmente durante uma discussão. Se você ofende o outro e vive se defendendo, pare agora! Crie um diálogo e respeite o outro, faça perguntas e aceite uma opinião e resposta diferente do que você daria. Aprenda a ouvir. Vocês não precisam concordar em tudo, mas sim aprender a entender um ponto de vista diferente do seu. Pare de justificar suas ações culpando o outro de suas próprias escolhas.
  • 7. Chatice extrema

    Se você deixa de escovar os dentes, de tomar banho, de deixar o banheiro limpo depois que usa, vive atrasando-se para todo e qualquer evento, vive reclamando de dor de cabeça, dor de estômago ou cansaço o tempo todo, implica quando ele faz uma ou outra coisinha e nunca faz sua parte na divisão de responsabilidades, é hora de tomar uma atitude urgente. Evite as brigas desnecessárias. Por favor, cresça! Leia o artigo 4 verdades que ninguém lhe contou sobre casamento.
  • 8. Ficar esperando o outro dar o primeiro passo

    A comunicação carente culmina em palavras não ditas, receio de perguntar algo ou mesmo de tentar algo pensando que o outro não quer ou não precisa. É a arte da suposição de que o outro esteja cansado, triste, preocupado, não quer ou não está pensando em algo que você quer. Tome a iniciativa para salvar seu casamento. A relação não vai se manter nem se salvar por si mesma, a não ser que ambos façam algo para seu bem.
  • 9. Comparações derradeiras

    Se você pensa assim, que todos os homens são iguais, ou todas as mulheres são a mesma coisa, seja porque seus ex-relacionamentos fracassaram, você está inconsciente ou conscientemente esperando que aconteça o mesmo em seu relacionamento atual. Agindo assim não haverá intimidade suficiente para a relação progredir. Aceite o que aconteceu no passado, perdoe - incluindo a si mesmo - e recomece. Se precisar de ajuda especializada, não mascare a situação.
  • 10. Cobrança e covardia

    Pare de falar mal de seu cônjuge a amigos e familiares. Ficar reclamando que ele não lhe dá atenção ou carinho não o incentivará a fazê-lo e só aumentará os conflitos em sua relação. Observe-o e procure entender que talvez o jeito que ele demonstra amor é diferente da forma que você demonstra ou da forma que outra pessoa já demonstrou por você. Respeite sua individualidade e assuma suas faltas.
    O “felizes para sempre” apenas começa com o “sim” no altar. A realidade da convivência traz os lados bons e não tão bons de cada um para uma vida a dois e, para funcionar, é necessário que ambos invistam tempo, dedicação, paciência e fé para dar certo, além de persistência e compromisso.
    As dificuldades externas virão. Não deixe que as internas destruam seu casamento.

12 coisas que o casamento não é

Já parou para refletir sobre tudo aquilo que um casamento não é? Confira essas verdades que podem ajudar você a ter as expectativas certas.

7,072 views   |   52 shares 
  • Geralmente, temos certas expectativas sobre o que é um casamento, mas fazemos ideia de tantas coisas que um casamento não é? Será que não exigimos demais dessa união?
    Segundo a psicóloga clínica Dra. Margaret Rutherford, vamos entender um pouco, algumas coisas que o casamento não é:
  • 1. O casamento não é para os fracos

    Esqueça as histórias de contos de fadas. Encontrar seu 'Felizes para sempre' exige trabalho árduo. Ser forte em cumprir os compromissos de amar seu cônjuge todos os dias sobrepujando tudo e sendo leal.
  • 2. O casamento não é uma caixinha de desejos

    O egoísmo faz cada um querer sua vontade e sonhos em primeiro lugar. Não faça isso. Não é uma competição sobre quem consegue sobrepujar o outro. É dar espaço para conhecer novas ideias, novas coisas e lugares...é aprender com o outro e unir mentes e corações diferentes em um único propósito.
  • 3. O casamento não é um 'bicho de 7 cabeças'

    Você não precisa de manual e nem é algo que você resolve com uma equação matemática e obtêm um resultado exato. São as coisas simples que garantem o sucesso de uma relação a dois como respeito, bondade, compreensão, perdão, amor...Cada gesto faz toda a diferença. Amar deve ser a coisa mais divertida que você já fez.
  • 4. O casamento não é algo 'Fora de moda'

    Escolher alguém para compartilhar sua vida e fazer esta pessoa a mais feliz do mundo, será sua maior realização. Não há nenhuma outra fonte de sucesso no mundo que supere a de um casamento feliz.
  • 5. O casamento não é excitante por si só

    Se não houver empenho de ambos em dar vida a relação, o casamento morrerá. Assim como uma planta precisa ser nutrida e regada para florescer, o relacionamento precisa de estímulo e sedução para manter o coração de ambos enlaçados.
  • 6. O casamento não é um baú para colecionar coisas

    As alegrias do casamento podem resultar em lindas lembranças que queremos preservar. Porém, é muito mais...os momentos são para serem vividos. Sentir o amor dia a dia é a maior recompensa de todas.
  • 7. O casamento não é impaciente

    Paciência é totalmente essencial para que tudo aconteça no momento apropriado. Aprenda a esperar e não deixe o estresse e a ansiedade atrapalhar vocês.
  • 8. O casamento não é um local para críticas

    Se você se concentrar nos defeitos, cavará um poço sem fundo. Nunca se esqueça que cada um tem suas fraquezas e o amor é a força que encontramos para superá-las. Enxergue a imperfeição de uma forma perfeita. Destaque as qualidades e elas brilharão a tal ponto que tudo mais desaparecerá.
  • 9. O casamento não é um pronto-socorro

    Há quem espere por atenção e cuidado 24 horas por dia. Não é bem assim. Haverá coisas que você precisa resolver por si mesmo. Não pressione ou exija do companheiro além do que realmente ele pode fazer.
  • 10. O casamento não é autossuficiente

    Se não houver empenho em torná-lo bem sucedido, tudo vai desmoronar. E quando há filhos, eles são um complemento de sua felicidade e não devem ser o foco. O cônjuge sempre é sua prioridade, até mesmo antes de seus filhos.
  • 11. O casamento não é uma chatice

    Ele é uma aventura a dois, na qual vocês descobrem juntos a admirar o nascer do sol. E aprende a conviver com alguém completamente diferente e que mesmo assim te completa.
  • 12. O casamento não é desentendimento

    Os conflitos acontecerão e o segredo é trabalhar as diferentes opiniões e chegarem a um acordo. Você deve ser um pacificador sempre. A cura para a raiva e decepção sempre virá do amor.
    Há muitas coisas sobre o casamento que não podemos explicar. Contudo, ele é mágico porque é capaz de unir duas pessoas em um único propósito: Levar à felicidade enquanto se trilha o caminho para o coração.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

O que os homens encontram fora de casa com outras mulheres

Deve ficar bem claro que ser infiel é uma decisão pessoal. Ou seja, se em algum momento seu parceiro for infiel não é culpa sua, simples assim. No entanto, estas dicas vão ajudar a evitar a infidelidade.

402,105 views   |   1,118 shares 
  • Eu me considero sortuda quando penso na quantidade de boas mulheres que conheci ao longo de minha vida. Aprendi muitas coisas com elas; neste momento quero compartilhar aquelas, que depois de uma infidelidade, descobriram que poderiam ter feito mais em casa para evitá-la.
  • 1. Seja flexível, seu marido e família são mais importantes do que a limpeza

    É um fenômeno bastante comum entre as casadas que ao se preocupar demais com a administração do lar, filhos, trabalho doméstico; organizam horários rígidos e organizam cada minuto do dia. Vivem continuamente pensando em formar a "família da foto", onde todos estão brilhando, arrumados e perfeitos. Estes comportamentos tornam-se prejudiciais para a família e, especialmente, para os maridos quando se tornam prioridades e são inamovíveis. Os homens procuram uma parceira que ao chegar em casa queira passar tempo com eles e não lavar roupas ou passar lençóis e toalhas. É verdade que todas nós amamos uma casa limpa, confortável e arrumada, mas não vai acontecer nada se você deixar uma tarefa doméstica de lado para sair com seu marido. NÃO crie horários para o amor, a companhia, as relações íntimas, não interrompa uma boa conversa para ir correndo limpar. Não coloque seus filhos acima de seu parceiro e, acima de tudo, tire seus pais de seu relacionamento em casal.
    Não importa o que você estiver fazendo ou o plano que você tenha em mente de organizar a casa, se seu marido convidá-la para passear ou pedir para acompanhá-lo, vá com ele; caso contrário, em breve ele passará mais tempo sozinho e vai se acostumar a sair sem você, que já não será mais indispensável para ele e seus passeios e, acredite, sempre haverá outra mulher interessada nele.
  • 2. As esposas são chatas, as amantes não

    As esposas, cuja única coisa interessante no seu dia tem a ver com o preço do feijão ou se a vizinha comprou sapatos novos, são esposas chatas. Esta é uma parte que você deve considerar em sua pessoa e verificar se você se tornou uma companhia chata e cansativa. Uma mulher, independentemente de seu estado civil, deve ter sua própria vida, você deve ler, estudar, informar-se, ter temas para conversas, aprender novas habilidades e cuidar de si mesma, pois isso a tornará irresistível; seu marido vai se orgulhar de ter uma mulher inteligente, trabalhadora, bonita e útil. A alegria, o sorriso e o bom humor são características que os homens valorizam muito em uma mulher, se você se tornar alguém que só repreende, que está sempre triste ou com raiva e raramente se atreve a fazer algo diferente, com certeza você será uma esposa sem graça.
  • 3. As esposas acham que por terem se casado seus maridos são obrigados a amá-las

    É muito triste encontrar mulheres que acham que seus maridos nunca as deixarão, sempre estarão ao seu lado e que o amor é uma luz que nunca se apaga. Que grande erro! Para que alguém nos ame constantemente é necessário trabalhar para nutrir esse amor, não perder as coisas que nos fizeram se apaixonar por essa pessoa e nunca deixar de nos esforçar para servir e cuidar dessa pessoa. Normalmente as mulheres casadas cometem um erro por exigir flores e outros mimos que tinha durante o namoro. Não exija, ofereça. Ninguém é obrigado a ficar com você, se ficam é porque querem. Toda vez que você exige tempo, atenção ou coisas, está apenas confirmando que você não consegue as coisas sozinha, que você precisa ou depende de alguém para ser feliz. Quando você se interessar em si mesma, eu vou repetir, você vai se tornar irresistível. Pessoas que sabem estar consigo mesmas, são as mais interessantes.
  • 4. As esposas estão constantemente envolvidas em tentar mudar seus maridos

    Algumas mulheres estão extremamente ocupadas "melhorando" seus maridos e o único que conseguem é fazê-los sentir como se não fossem bons o suficiente ou que não estão à altura das circunstâncias ou expectativas e isso acaba com eles. O desejo de melhorar deve nascer em nós mesmos e tentar mudar os outros é um ato egoísta. Você se casou com um homem, não com uma criança que você precisa terminar de criar.
  • 5. A culpa é sempre da outra

    Ao contrário do que muitos pensam, a infidelidade nos homens tem pouco a ver com as relações íntimas ou beleza física da mulher. É comum se surpreender ao ver que "a outra mulher" ou inclusive "a segunda esposa", geralmente não são tão graciosas como a esposa ou como aquela a quem foram infiéis; mas são mais alegres, mais relaxadas, menos rigorosas e cheias de vida. Os homens frequentemente procuram alguém para conversar, que os escute e não os julgue ou critique; que não lhes diga o que ou como fazer as coisas, que não seja controladora ou dominante. Muitas vezes descobrimos que eles valorizam e agradecem muito ao encontrar uma mulher limpa, arrumada para ele e de bom ânimo, não alguém para brigar ou discutir sobre os filhos e os gastos de casa. Então, seja prudente. Lembre-se que para discutir temas ou assuntos difíceis, você deve procurar o momento e o lugar certo.
    Vou repetir a frase do início, ser infiel é uma decisão pessoal e não é sua responsabilidade as decisões que seu parceiro toma.
    Sua responsabilidade é trabalhar em sua autoestima, seu aperfeiçoamento e naqueles defeitos de caráter ou maus hábitos que você pode ter.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

As pessoas pensam as vezes, que somos feitas de aço, que não choramos, que não ficamos tristes com certas atitudes, e que quando somos atacados,temos por obrigação nos calar. Afinal, somos cristãos e não podemos nos expressar. É exatamente assim que elas nos vêem! Mas, quero salientar, que as minhas declarações de amor por Jesus, são expostas aqui no Face, porque não me envergonho do Evangelho e muito menos do meu Senhor Jesus, as minhas orações,elas sim, são feitas exclusivas para ele, no meu particular, dentro do meu quarto ou dentro da Congregação. Nesse momento minhas orações são exclusivas minha e do Pai. Mas, declarar o meu amor, falar do seu amor aqui é uma obrigação e um dever de todos: Ide! Por isso, quem não gosta, quem se incomoda com as minhas postagens, saiba que elas são exatamente para você, pois, a partir do momento que te afetar, é porque o Evangelho está sendo realmente pregado e alcançando vidas, para se converterem e terem a coragem de declarar em rede nacional, no Face o Seu amor incondicional por JESUS CRISTO, AQUELE QUE SE DEU POR NÓS.
E POR ISSO DECLARO QUE AMO JESUS COM TODAS AS MINHAS FACULDADES MENTAIS E DE TODA MINHA ALMA.
LUCIANA